Fibrina rica em plaquetas é tema de curso na Ilapeo

30/08/2018

Cirurgiões-dentistas especializados em implantodontia e em cirurgias participaram nesta semana, na Faculdade Ilapeo, de um intensivo sobre a utilização da Fibrina Leucoplaquetária Autóloga (PRF), ou fibrina rica em plaquetas, na odontologia. Durante o curso os alunos, que vieram de diversas regiões do Brasil, tiveram contato com as diferentes técnicas de reconstrução ósseas, bem como, sua aplicação em procedimentos periodontais e de implantodontia. Esse foi o terceiro curso sobre PRF e venopunção ofertado pela instituição.

A técnica de utilização da PRF consiste em puncionar e centrifugar o sangue do paciente antes da cirurgia. Durante os procedimentos os biomateriais de fibrina são aplicados conforme indicações específicas. Por se tratar de um processo autólogo, ou seja, o material retirado é do próprio paciente, são reduzidos os riscos de rejeição ou infecção.

O cirurgião-dentista e mestre em bases Gerais da Cirurgia pela Faculdade de Medicina da Universidade Estadual Paulista (UNESP) de Botucatu, Augusto César Rodrigues de Souza comenta que essa é umas das técnicas mais modernas no momento para se utilizar associada a implantes. Durante o curso da Ilapeo os alunos utilizaram implantes Neodent Grand Morse de superfície hidrofílica Acqua. “E essas opções trazem resultados muito satisfatórios pela compatibilidade da técnica PRF e a superfície Acqua”, comentou Souza.

Para saber mais sobre a abertura de novas turmas para o curso de Fibrina Leucoplaquetária Autóloga e Venopunção acesse http://www.ilapeo.com.br/agenda/