Avaliação da interface entre cilindros de alumina pré-fabricados e pilares protéticos do tipo munhão universal antes e pós ciclos de cocção da cerâmica.

Aluno(a): José Laurindo Machado Marimon
Orientador(a): Prof. Carolina Guimarães Castro
Área: Prótese
Ano: 2010

Estruturas e copings metálicos podem sofrer alterações durante cocção de porcelana, causando desadaptação entre prótese e pilar. O objetivo desse trabalho foi verificar a interface entre copings estéticos e pilares protéticos submetidos à cocção com cerâmica (VM7- Vita®). Vinte copings de alumina pré – fabricados (NEODENT®) foram divididos em 2 grupos (n=10), sendo o controle, sem aplicação de cerâmica (G1) e o teste com aplicação de cerâmica (G2). Cada amostra foi submetida à cocção e posteriormente a leituras quanto à interface vertical. Para leitura os copings foram posicionados sobre o pilar protético e as amostras acopladas em dispositivo metálico hexagonal, ocorrendo a medição em 6 posições pré-definidas sob aumento de 40x em microscópio óptico (MITUTOYO®). As leituras foram realizadas perpendicularmente a partir da borda do coping até a plataforma  do pilar. Em ambos os grupos foram realizadas quatro leituras em diferentes momentos, sendo sem tratamento, após 1ª, 2ª e 3ª cocção. Os resultados foram tabulados e submetidos à análise estatística pelo teste de Tukey. Não foi observada nenhuma diferença estatisticamente significante (P<.05) quanto à adaptação entre G1 e G2, assim como entre as fases de cocção. A cocção e incremento cerâmico não influenciaram na adaptação de copings cerâmicos sobre pilares protéticos.

Palavras-chave:: Adaptação Marginal Dentária, Porcelana Dentária, Próteses e Implantes.

DOWNLOAD